Ela-mesma - Danilo Tozo e Rodriane Lima

 

 

 

Um corpo feminino em queda livre. Fotografe-me. Todos saberão que a presença está na ausência. Vice-versa. Sou um retorno tatuado à navalha e chic é a verdade à sobra do vulcão. E se todas as frases são imagens, toda beleza te redime. (Varum et mutabile semper foemina.). Quando tua pele à queima-roupa me lava, quando lava queima fogos e meus olhos, quando seus artifícios fulminam meus silêncios. Eu não saio por aí atropelando penumbras. Paro para comprar balas vermelhas e mudo a direção contrária, sou propícia a anestésicos tanto quanto ao meu próprio ópio. Eletrochoques me despertam e seja sempre bem-vinda. Quem escolhe é a mulher. Ela-mesma. Ela-mesma em-si-mesmada desespelhada. E eu não posso dizer não à você. (Do you know what it feels in this world for a girl?). Meu desespero é filha do desejo e meu desejo é filha do olhar.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

   
   
   
 
f o t ó g r a f a
 
p h o t o g r a p h e r
 
   
   
   
   
 
 
   
 
i n s t a b i l i t i e s
 
   
 
d e a f_ n i g h t s
 
   
 
b e t w e e n - s p a c e s
 
   
 
h e r s e l f